Nos anos 1930 e 1940 orquestras suaves de dança inglesas, sediadas em Londres, animavam bailes, se apresentavam em teatros, luxuosos hoteis e no rádio na Gran Bretanha tocando temas, na maioria, compostos para a Broadway e Cinema por autores norte-americanos.

ORQUESTRA DE BERT AMBROSE

Benjamin Baruch Ambrose (1896-1971), liderou uma corporação musical de grande sucesso nos anos 1930. Violinista de origem, por mais de seis anos, todas as noites, apresentou-se no Mayfair Hotel de Londres com transmissões ao “vivo” pelo rádio. O acervo discográfico foi realizado nos selos Columbia, Brunswick, Decca, HMV e Crescendo.

ORQUESTRA DE BILLY COTTON

William Edward Cotton (1899-1969), era baterista e sua orquestra ficou conhecida como The Billy Cotton Band Show. No rádio, apareceu na BBC (British Broadcasting Corporation) e também na televisão com o “Billy Cotton Show”. Cotton formou a orquestra em 1924, obtendo sucesso nacional e gravou, principalmente, na etiqueta Decca Records.

ORQUESTRA DE HARRY ROY

Harry Lipman (Roy) (1900-1971), clarinetista e cantor, nasceu em Stamford Hill-Londres, apresentando-se à frente da orquestra no Café Anglais e no Mayfair Hotel em longas temporadas com transmissões pelo rádio, nos anos 1930. Harry Roy também era compositor e uma suas canções de sucesso denomina-se “My Girl´s Pussy”.

ORQUESTRA DE RAY NOBLE

Raymond Stanley “Ray” Noble (1903-1978), pianista, compositor, arranjador e bandleader, nasceu em Brighton-Inglaterra. Noble formou a orquestra em 1929 e teve uma notável presença na música. Como compositor, tem em seu crédito as belas “The Very Thought Of You”,“ Cherokee” e “The Touch Of Your Lips”, entre muitas outras. Em 1935 emigrou para os EEUU formando uma orquestra americana de sucesso e teve como arranjador Glenn Miller, realizando gravações na RCA Victor e Vocalion Records. Na orquestra inglesa, teve como “crooner” Al Bowlly, um excelente intérprete de temas românticos.