PAUL WHITEMAN

Violinista de origem, formou sua orquestra no final dos anos 1910 e a colocou em permanente destaque. Whiteman era chamado de “O Rei do Jazz”, porém, não era propriamente um expo ente dessa modalidade. Realmente, a orquestra executava uma espécie de ”jazz sinfônico”e baladas românticas. Famosa e muita querida pelos admiradores, durante a permanência no cenario artítico norte-americano, era destaque no rádio, em gravações, cinema e nos famosos salões baile do país. “Pops”, como era carinhosamente tratado, foi o primeiro chefe de orquestra a contratar, com exclusividade, a cantora Mildred Bailey, como lady-crooner. Em temporadas nas grandes cidades do país, a orquestra viajava de trem e de primeira classe, dando todo conforto a seus músicos e pagando-os regiamente. Paul Whiteman morreu aos 67 anos deixan do gravados mais de 1500 temas musicais nas etiquetas RCA Victor, Decca, Columbia e Capitol Records.

RED NORVO

Xilofonista e vibrafonista de alto nível, Red Norvo organizou sua big band em meados dos anos 1930, tendo como lady-crooner, Mildred Bailey, sua esposa, que conhecera quando ambosatuavam na orquestra de Paul Whiteman. Após dissolver a banda no final dos anos 1940, Red dedicou-se a apresentações com pequenos conjuntos musicais conhecidos como ”Combos”, de 5 a 7 instrumentistas de jazz. A big band gravou acervo de belos temas do cancioneiro popular norte-americano nas etiquetas Vocalion, Brunswick, Decca e Champion., Keneth Norville, seu verdadeiro nome, morreu aos 91 anos no dia o6 de abril de 1999 e deixou sua marca como importante band leader da era do swing e introdutor do vibrafone no jazz.