HELEN WARD (1913-1998)

Helen Ward destacou-se como lady-crooner das big bands de Benny Goodman (sua primeira vocalista), passou para a de Harry James e depois ao lado do bandleader Hal McIntyre. Como cantora solista, gravou em várias etiquetas, entre elas, na Columbia Records. Afinação vocal e interpretações sensuais, eram suas características.

HELEN O’CONNELL (1920-1993)

A linda loirinha da era das big bands, teve projeção ao atuar na banda de Jimmy Dorsey, fazendo antológicos duetos com o crooner Bob Eberly. Ambos tornaram-se a “coqueluche” da época, um sucesso sem precedentes. Após deixar Dorsey para se casar, abandonou a carreira por um certo período, reiniciando após como cantora solo, contratada pela gravadora Capitol Records e, posteriormente, pela Hindsight. Uma intérprete correta, simpática e muito querida pelo público.

HELEN HUMES (1913-1981)

A cantora negra Helen Humes tornou-se conhecida do grande público ao atuar na black band do pianista Count Basie. De timbre semelhante a Ella Fitzgerald, permaneceu na orquestra entre 1938 e 1943. Atuou também ao lado do trompetista Harry James (1944-1945). A partir daí, ingressou na carreira solo, aparecendo em programas de rádio, na televisão e shows pelo país e Canadá.

HELEN FORREST(1917-1999)

Considerada pela crítica especializada como a rainha das cantoras de big bands, Helen Forrest, foi lady-crooner das big bands de Artie Shaw, Benny Goodman e Harry James. Cantora disciplinada, jamais desafinou, pois, ensaiava com afinco para gravações em estúdio, apresenta ções no rádio e em bailes. Na carreira solo, participou ao lado do cantor Dick Haymes de uma série de programas de rádio de grande audiência entre 1944 e 1946. Como cantora indepen dente, gravou nas etiquetas Decca, Hindsight e Capitol Records, entre outras.