The Hi-Lo’s sempre foram considerados pela crítica como dos melhores conjuntos vocais brancos da música popular norte-americana. Os membros originais eram Thomas Puerling, RoBert Morse, Clark Burroghs e Robert Strassen. De sofisticada harmonia, começaram a atuar em Chicago-Illinois, no final dos anos 1940. Com gravações nas etiquetas Philips, Columbia, Reprise e Kapp, receberam apoio musical das orquestras de Marty Paich, Frank Comstock e Chuck Sagle.

Formado na cidade de Buffalo-New York, The Modernaires começaram a atuar em meados dos anos 1930, com Hal Dickinson, Bill Conway, Chuck Goldstein e Ralph Brewster. A voz feminina de Paula Kell;y foi acrescentada posteriormente. Após passagens pelas orquestras de Charlie Barnet e Paul Whiteman, consagraram-se com atuações memoráveis na lendária orquestra do trombonista Glenn Miller, em 1941. Na carreira solo (1944), gravaram inicialmente na Columbia e Capitol Records.

Um dos mais populares conjuntos vocais negros da era do swing ,The Ink Spots construiram importante acervo discográfico na Decca Records. O grupo básico de grande sucesso era constituído por Bill Kenny(líder tenor e distinta voz de falsete), Ivory “Deek” Watson(segundo tenor,Charlie Fuqua(barítono) e Orville “Hoppy” Jones(baixo e declamador).

The Four Freshmen-(Os quatro calouros), uniram-se em 1948. Os irmãos Don e Ross Barbour, Hal Kratzch, e Bob Flanagan, além dos vocais, eram exímios na guitarra, trompete, bateria,
contrabaixo e trombone.Contratados pela gravadora Capitol Records, transformaram-se em campeões de vendagem de discos. Harmonização impecável, repertório irrepreensível, The Four Freshmen estiveram se apresentando no Brasil nos anos 1980, no “150 Nighclub” do Hotel Maksoud Plaza em São Paulo.

CONJUNTOS VOCAIS

T H E H I – L O’ S
01- 2:36- One Note Samba(Samba de uma nota só). Composição de Antonio Carlos Jobim
e Newton Mendonça.
02- 2:41- Off Key(Desafinado).Antonio Carlos Jobim e Newton Mendonça são os autores.
03- 3:16- No More Blues(Chega de saudade). Antonio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes
são os compositores.
Arranjos e condução da orquestra pelo maestro Chuck Sagle.
Versões para o inglês a cargo de James Cavanaugh e Jon Hendricks.
Gravações realizadas nos estúdios da Reprise Records no ano de 1963.
Interpretações do quarteto vocal The Hi-Lo’s.
Gene Puerling, Bob Morse, Clark Boroughs e Bob Strassen.

CONJUNTOS VOCAIS

THE MODERNAIRES
04- 2:47- In The Mood. Joe Garland e Andy Razaf são os compositores.
05- 2:57- Sunrise Serenade. Composição de Frank Carle e Jack Lawrence.
06- 2:16- Tuxedo Junction. Erskine Hawkins, Julin Dash, Buddy Feyne e William Johnson
07- 2:32- Moonlight Serenade. Composição de Glenn Miller e Mitchell Parish.
Arranjos e condução da orquestra pelo maestro Don Costa.
Gravações realizadas nos estúdios da Capitol Records no ano de 1960.
Paula Kelly, Hal Dickinson, Chuck Goldstein, Bill Conway e Ralph Bruwster.

CONJUNTOS VOCAIS

THE INK SPOT
08- 2:55- It’s Funny To Everyone But Me. Composição de Jack Lawrence, letra e música.
09- 3:17- We Three(My Echo, My Shadow and Me). Composição de Nelson Cogane e Sam
Mylsels.
10- 3:12- My Prayer. George Boulanger e Jimmy Kennedy são os autores.
11- 3:01- If I Didn’t Care. Jack Lawrence é o compositor de letra e música.
Gravações realizadas nos estúdios da Decca Records entre 1939 e 1942.
Vocais do quarteto The Ink spots.
Bill Kenny, Deek Watson, Charlie Fuqua e Orville “Hoppy” Jones.

CONJUNTOS VOCAIS

THE FOUR FRESHMEN
12- 2:45- S u n d a y. Jule Styne, Ned Miller e Chester Conn são os compositores.
13- 2:50- I Had The Craziest Dream. Harry Warren e Mack Gordon compuseram este belo
tema.
14- 3:11- L a u r a- David Raksin e Johnny Mercer são os compositores.
Arranjos e condução da orquestra pelo maestro Pete Rugolo.
Gravações realizadas nos estúdios da Capitol Records, no ano de 1960.
Vocais do conjunto The Four Freshmen.
Ken Alberts, Ross Barbour, Don Barbour e Bob Flanagan.