BIG BAND DE WOODY HERMAN

Woodrow Charles (Woody) Herman, foi um trabalhador incansável e ao longo da vida, esteve sempre presente no meio musical da América do Norte. A partir de meados dos anos 1930, rivalizava-se com as lideradas por Artie Shaw, Benny Goodman, Glenn Miller e Tommy Dorsey.
Durante mais de 50 anos como saxofonista, clarinetista, compositor, arranjador cantor e band leader, esteve à frente de sua corporação musical, reformulando-a periodicamente com novos músicos e arranjos inovadores, batizando essas formações com o nome de “rebanhos” (Herds)
Em 1939 a banda vendeu mais de um milhão de cópias do tema “Woodchopper´s Ball” (Baile dos lenhadores). Woody Herman nasceu na cidade de Milwaukee-Wisconsin no dia 16 de maio de 1913 e faleceu aos 74 anos a 29 de outubro de 1987, em Los Angeles-California. Um gigante da era das big bands e do swing.

ROSEMARY CLOONEY

Nascida em Maysville-Kentucky a 23 de maio de 1928, Rosemary e a irmã Betty começaram a cantar em comícios políticos com o conjunto musical do avô paterno e posteriormente, na cidade de Cincinnati-Ohio na emissora local a WLW. Em 1945 elas foram contratadas pelo bandleader Tony Pastor, fazendo apresentações por todo país. Betty retirou-se da vida artística em 1948 e a partir daí, Rosemary seguiu na carreira solo contratada pela gravadora Columbia Records. Ao longo da brilhante carreira, além da Columbia, gravou nas etiquetas M.G.M., Concord Jazz, DOT, Coral e United Artists. Rosie, como era chamada pelos amigos faleceu aos 74 anos no dia 29 de junho de 2002 em Beverly Hills – Los Angeles. Uma cantora fora-de-série e também atriz em Hollywood.

A L J O L S O N

Asa Yoelson (Al Jolson), o trovador inolvidável, cantor e ator, teve a primazia de protagonizar o primeiro filme falado da história do cinema, “O Cantor de Jazz” (The Jazz Singer) de 1927, rodado nos estúdios da Warner Brothers. Jolson foi o maior nome do teatro musicado da Broadway nos anos 1920 e 30, apresentando-se em alguns espetáculos com o rosto pintado de preto, interpretando como se fosse um cantor negro. Era sua marca registrada. No disco, grande parte do acervo, foi gravado na Decca Records. Sempre com interpretações arrebata das e emocionais, vindas das entranhas de sua sensibilidade. Realmente, um cantor que, ao ouvirmos, nos emociona. Al Jolson nasceu a 26 de maio de 1886 na cidade de Srednick-Lituânia e faleceu aos 64 anos no dia 23 de outubro de 1950 em San Francisco-California, vitimado por um ataque cardíaco.