BIG BAND DE WOODY HERMAN

Woody Herman liderou orquestra de grande qualidade musical. Saxofonista-alto, clarinetista, cantor, compositor e band leader, esteve sempre entre os mais criativos músicos da era do swing. A orquestra apresentava-se em programas de rádio, shows em teatros e em salões de baile, em todos os quadrantes dos Estados Unidos e Canadá. Críticos especializados sempre colocaram a banda entre as mais queridas do público e considerada entre as dez mais destacadas na época. E, um detalhe, na era das grandes orquestras, atuavam no país cerca de 900 big bands. Woody Herman deixou um expressivo acervo gravado na Columbia, Verve, Capitol, Concord Jazz e Jazz Hour Records. Um verdadeiro gigante da era das big bands.

CONJUNTO VOCAL THE MODERNAIRES

Formado em meados dos anos 1930, The Modernaires era composto por Hal Dickinson, Chuck Goldstein e Bill Conway, passando a quarteto em 1937 com a entrada de Ralph Brewster. The
Modernaires atuou nas big bands de Charlie Barnet (1936), Paul Whiteman (1938) e Glenn Miller(1940), onde se destacou e considerado como paradigma dos conjuntos vocais brancos.
Com Glenn Miller atuou até 1942, quando Miller dissolveu a banda para alistar-se voluntariamente nas forças armadas, durante a segunda guerra mundial-(1939-1945). A partir daí, seguiu carreira solo com gravações na Columbia, Capitol e Coral Records. Em 1941 o quarteto transformou-se em quinteto com a entrada da vocalista Paula Kelly (esposa de Hal Dickinson). Agora, um excelente quinteto, harmonioso e com interpretações marcantes.