BIG BAND DE WILL BRADLEY

Will Bradley (Wilbur Shwichtenberg 1912-1989), trombonista e bandleader, participou de gravações em estúdio até meados dos anos 1930 com Red Nichols, Victor Young, Nat Shilkret, André Kostelanetz, Eddie Cantor e Al Jolson., entre outros. Após integrar o “naipe de trombonistas das orquestras de Ray Noble e Milt Shaw, em 1939 forma sua própria corporação musical, tendo como co-líder o baterista e cantor Ray McKinley. A banda começou a se apresentar em público tocando o ritmo conhecido como “boogie-woogie”, fazendo muito sucesso com gravações nos selos Columbia, Okeh, Aerospace e Vocalion. Como vocalistas que se notabilizaram atuaram Carlotta Dale, Luise Tobin, Lynn Gardner, Terry Allen, Larry Southern, Jimmy Valentine e Ray McKinley, este dobrando na bateria. Em 1942, com a saída de Ray McKinley, Bradley mudou o repertório e um estilo mais a seu gosto com baladas românticas e musícas para dançar por mais alguns anos até dissolvê-la e se dedicar a gravações em estúdio com cantores e cantoras de renome, entre eles, Anita O´Day. Como competente trombonista, esteve no mesmo nível de Tommy Dorsey e Jack Teagarden.

MICHAEL BUBLÉ

Michael Steven Bublé nasceu a 09 de setembro de 1975 (em 2020 está com 45 anos), cantor, ator e compositor canadense nascido na cidade de Burnaby (subúrbio de Vancouver) na Columbia Britânica. Intérprete com estilo e repertório de Frank Sinatra, tem gravações realizadas nos estúdios da Reprise, Warner, DRG e Babalu Records. Ele já esteve no Brasil se apresentando com grande sucesso. Cantor de bela voz e bons recursos vocais, já ganhou três prêmios Grammy do disco desde o início da carreira em 1996.

ELLA FITZGERALD

Ella Jane Fitzgerald – A primeira Dama do Jazz, foi presença constante no cenário artístico mundial. Cantora de voz suave e impressionante domínio vocal, nos legou farto acervo de belas gravações realizadas nos selos Decca-MCA, Verve e Pablo. Após ganhar o concurso do Apollo Theater no Harlem, foi contratada pelo bandleader Chick Webb como lady-crooner, iniciando a brilhante trajetória na música. Na carreira solo a partir de 1943 sempre teve muito cuidado ao construir o acervo discográfico, sempre cercada de arranjadores e músicos de alta categoria. Ella Fitzgerald esteve se apresentando no Brasil com grande sucesso. Uma diva do jazz ao lado de outras cantoras negras como Sarah Vaughan, Billie Holiday, Carmen McRay e Dinah Washington. É sempre um prazer ouvir primorosas interpretações da Primeira Dama do Jazz, Ella Fitzgerald.