BIG BAND DE STAN KENTON

Pianista, arranjador, compositor e band leader, Stanley Newcomb Kenton, nasceu na cidade de Wichita-Kansas no dia 15 de dezembro de 1911. Músico criativo e inovador, sempre a procura de novas harmonias e sofisticados arranjos para sua corporação musical. Criou o chamado “jazz progressivo” de grande aceitação, porém, a banda era mais para ser ouvida do que para se dançar. Entre os fãs do jazz havia um verdadeiro maniqueísmo; adorado por uns e odiado por outros. Entretanto, uma big band que sempre teve sucesso, contando com pelo menos três cantoras de nível acima da média. Anita O’Day, June Christy e Cris Connor que, depois de atuarem ao lado de Kenton, notabilizam-se como destacadas intérpretes na carreira solo. Stan Kenton morreu, aos 67 anos, vitimado por um tumor cerebral.

ERNESTINE ANDERSON

Seu verdadeiro nome é Ernestine Allen, nascida a 11 de novembro de 1928. Ela tem vasta discografia realizada nas etiquetas Quest, Reprise, Concord Jazz, Mercury e Capitol. Uma carreira de grande exposição nos EEUU, atuando no rádio, televisão e clubes noturnos. A exemplo da maioria das cantoras negras, começou no coro da igreja batista que freqüentava. Antes de seguir carreira como solista, atuou nas black bands de Johnny Otis de Lionel Hampton

FRANK SINATRA

Presença, nesta edição, do ‘Cantor do século XX’ Frank Sinatra, interpretando quatro temas do extenso repertório gravado nas etiquetas Capitol e Reprise, esta de sua propriedade. São músicas não muito conhecidas do grande público, porém, interpretadas com esmero e sensibilidade. Na carreira solo, Sinatra gravou na Columbia, Capitol e Reprise, entre 1943 e 1988, mais ou menos 1300 registros fonográficos. Antes, havia atuado como crooner nas big bands de Harry James e Tommy Dorsey de 1939 a 1942. Ouvir ‘The Voice’, é sempre um grande prazer.