BIG BAND DE JIMMY DORSEY

James Francis (Jimmy) Dorsey, sax-alto, clarinetista, compositor, arranjador e bandleader da era do swing. Ele e o irmão Tommy aprenderam música com o pai professor. Em 1935, ao se desintender seriamente com o mano Tommy, herda a Dorsey Brothers Orchestra intacta, iniciando a trajetória da Jimmy Dorsey Orchestra. Logo de início, teve de resolver um difícil problema, substituir o trombone impecável do irmão. Após experimentar vários músicos, optou por um jovem de 17 anos chamado Bobby Byrne, que se saiu muito bem, demonstrando habilidade e competência. O bonito som da orquestra era identificado pelos solos de sax-alto e clarineta do líder, que sempre gostou de trabalhar com músicos de jazz. De temperamento alegre e extrovertido, era estimado por seus comandados. Como vocalistas, uma dupla fora-de-série, Bob Eberly o magnífico e a linda Helen O´Connell. Jimmy nasceu na cidade de Shenandoah na Pennsylvania a 29 de fevereiro de 1904 e faleceu, aos 53 anos em New York no dia 12 de julho de 1957.

K E E L Y S M I T H

Dorothy Jacqueline Keely (Keely Smith), ainda muito jovem, atuou como lady-crooner na big band do trompetista Louis Prima, com quem se casou, no início dos anos 1950. Cantora de jazz e baladas, esteve sob contrato na Capitol Records. Posteriormente gravou na etiqueta Reprise tendo como seu diretor musical e arranjador o maestro Nelson Riddle. Keely Smith nasceu a 09 de março de 1928 na cidade de Norfolk-Virginia e faleceu aos 89 anos em Palm Springs-Califor nia no dia 16 de dezembro de 2017. Cantora de muito ritmo e balanço.

OSCAR PETERSON

Pianista de jazz, compositor e cantor, Oscar Emanuel Peterson nasceu na cidade de Montreal no Canada no dia 15 de agosto de 1925. Como virtuoso pianista, considerado pela crítica especializada como um dos maiores pianistas de jazz de todos os tempos. Ele gravou mais de 200 temas e ganhou sete prêmios Grammy. Seus parceiros músicais mais constantes eram Ray Brown e Niels-Henning Orsted, renomados contrabaixistas. Uma faceta não muito conhecida era a de cantor. Nesta edição, Peterson presta uma homenagem, interpretando canções de sucesso de Nat “King” Cole, em um tributo ao cantor após sua morte prematura. Oscar Peterson faleceu, após gloriosa carreira, no dia 23 de dezembro de 2007, aos 82 anos.