BIG BAND DE HARRY JAMES

A orquestra de Harry James, tem o maior acervo gravado entre todas as big bands. Calcula-se em mais de 1700 registros fonográficos realizados em estúdio, no cinema, programas de rádio e apresentações públicas em salões de baile e teatros. Nos dois primeiros selos que a contrataram, Columbia e Capitol, encontram-se os mais representativos temas da grande canção norte-americana da era do swing. Harry James e seu trompete mágico, esteve se apresentando no Brasil em duas ocasiões (1960 e 1978), com enorme sucesso no Rio, São Paulo e Porto Alegre. Sempre atento na contratação de vocalistas, a seu lado destacaram-se, entre outros, Frank Sinatra, Dick Haymes, Buddy DeVito, Helen Forrest, Kitty Kallen e Connie Haines.

DIANA KRALL

Diana Krall, cantora e pianista canadense é, neste início de século XXI, o grande nome do jazz. De excelente interpretação, tem gravado constantemente com boa receptividade, traduzindo-se em alta porcentagem de vendas de discos. Em meados dos anos 1990, esteve sob contrato na gravadora Impulse. Atualmente grava na Verve Records. Conhecida no Brasil, tem se apre sentado anualmente em várias cidades com grande afluência de público. Casada com o cantor e compositor inglês Elvis Costello, é mãe de dois meninos gêmeos nascidos em 2007.

BILLY ECKSTINE

Mister B, como ficou conhecido no mundo musical, uma voz privilegiada de baixo-barítono. Músico completo, cantor, compositor, arranjador, trompetista, saxofonista, trrombonista de válvulas e bandleader. Billy nasceu em Pittsburg-Pennsylvania, a 08 de julho de 1914 e começou a cantar em clubes noturnos em Washington D.C. Foi convidado pelo pianista Earl “Fatha” Hines para atuar em sua black band entre 1939 e 1943. A partir de 1944, formou a que seria a primeira banda “be bop” de história do jazz, a All Star Band (1944-1947). Ao dissolvê-la, foi para a carreira solo como cantor, contratado pela recém formada gravadora M.G.M. Ouçam a bela voz de Mister B.