BIG BAND DE CHARLIE SPIVAK

O alegre gordinho da era do swing, Charlie Spivak, era possuidor de lindo e cristalino timbre ao trompete. Antes de formar sua orquestra, atuou no naipe de metais com os chefes de orquestra Ben Pollack, Gus Arheim, Glenn Miller e Tommy Dorsey. A partir de novembro de 1938, organizou sua banda, encorajado por Glenn Miller que colaborou financeiramente para o empreendimento. Uma característica de Spivak era o uso da surdina ,destacando-se a ponto de se rivalizar com Harry James. Entre os vocalistas da orquestra, destacaram-se Garry Stevens e Irene Daye, que se casou com ele em 1950. Charlie Spivak construiu seu acervo discográfico nos selos Columbia, HEP e Hindsight.

CAROL WELSMAN

Cantora e pianista canadense, vem se destacando no cenário artístico norte-americano, seguindo os passos da compatriota Diana Krall. Carol já esteve atuando no Brasil e apaixonou-se por nossa música, inclusive gravando alguns temas em português. Nascida na cidade de Toronto a 24 de setembro de 1960, já gravou nas etiquetas Justin Time, Welcar Music e BMG Records. Comumente, apresenta-se em festivais de jazz nos EEUU e Canadá.

SAMMY DAVIS, JR.

Cantor, dançarino, sapateador, imitador de vozes, ator da Broadway e do Cinema. Um enorme talento em um ser humano de pouco mais de um metro e meio. Conhecido em todo o mundo, fez temporadas no Brasil nos anos 1960, apresentando-se na televisão. Membro do famoso Rat Pak(Súcia de ratos) com Frank Sinatra, Dean Martin, Peter Lawford e Joey Bishop. Como cantor, tem gravações realizadas nos estúdios da Decca e Reprise. Filho de dançarinos de “vaudeville”, começou a se apresentar, ao lado dos pais, com apenas 3 anos de idade.