BIG BAND DE CHARLIE BARNET

Charles Daly (Charlie) Barnet era filho de abastada família de New York nascido em 1913. Seus pais tinham planos para que ele se formasse advogado para gerir os negócios das corpora coes Barnet . Porém, a insuperável inclinação para a música o fez abandonar os estudos na Yale University e mergulhar de corpo e alma na carreira musical. Após um aprendizado nas orquestras de Hank Biagini e The California Ramblers, organizou a própria corporação musical em princípios de 1933, com estilo semelhante a de seu ídolo Duke Ellington. Uma “swing band” vibrante e melodiosa. Charlie Barnet era hábil no sax-tenor, alto e soprano, um chefe de orquestra simpático e jovial. O acervo discográfico, em sua maior parte, foi gravado na Bluebird Records, subsidiária da RCA Victor. Após uma brilhante carreira na era das big bands faleceu aos 78 anos no dia 04 de setembro de 1991, em San Diego-California onde gozava de merecida aposentadoria.

CARMEN McRAE

Carmen Mercedes McRae, nascida no bairro do Harlem em New York City, a 08 de abril de 1920, começou a carreira no início dos anos 1940. Entre 1944 e 1947 foi lady-crooner das black bands de Count Basie e Benny Carter. Na carreira solo, gravou um repertório eclético de baladas românticas e clássicos de jazz. Também pianista com estilo inovador e apurada técnica. Uma grande admiradora da música popular brasileira após temporadas realizadas no Brasil. Carmen McRae, uma diva do jazz, gravou extenso repertório nas etiquetas Decca, Kapp, Quest, Concord Jazz, Columbia, Atlanntic e Blue Note Records. Seu falecimento deu-se no dia 10 de novembro de 1994, em Los Angeles-California, aos 72 anos.

DICK HAYMES

Richard Benjamin (Dick) Haymes, antes de seguir carreira solo, foi crooner das big bands de Harry James, Benny Goodman e Tommy Dorsey. Além de cantor, ator de Hollywood de grande sucesso. Uma linda voz de barítono romântico, nasceu na cidade de Buenos Aires-Argentina no dia 13 de setembro de 1918. A mãe cantora lírica, estava em temporada na cidade quando houve uma epidemia e uma prolongada quarentena obrigatória. A partir de 1945, gravou na Decca e Capitol Records belíssimos temas musicais. Dick morreu aos 61 anos em Los Angeles California no dia 30 de março de 1980 vitimado por câncer pulmonar.