BIG BAND DE BOB CROSBY

Bob Crosby, cantor e bandleader, irmão mais jovem do cantor Bing Crosby, atuou como intérprete nas orquestras de Anson Weeks e Dorsey´s Brothers, antes de liderar seu próprio grupo musical a partir de 1935. Uma personalidade afável e competente, mesmo sem uma formal cultura musical. Bob não tocava nenhum instrumento e não lia partituras. Entretanto, à frente da orquestra demonstrava talento e personalidade. Em 1935, aproveotou a saída dos principais músicos da banda de Ben Pollack e formou sua corporação musical iniciando as atividades de “front man” contratado pela gravadora Decca Records. Todas as apresentações públicas iniciavam com a música tema “Summetime” e a maioria dos vocais eram interpretados por ele, de maneira correta e agradável de se ouvir. Entre os instrumentistas que atuaram a seu lado destacaram-se: Bob Haggart contrabaixo, Ray Bauduc bateria, Charlie Spivak e Billy Butterfield trompetistas, e as cantoras Doris Day e Kay Weber . Nos anos 1980, Bob esteve se apresentando em São Paulo, no 150 Nightclub do Hotel Masoud Plaza. Uma big band com repertório eclético para dançar. George Robert Crosby nasceu a 23 de agosto de 1913 em Spokane-Washington e falaceu, aos79 anos, no dia 09 de março de 1993, em La Jolla-California.

E D D I E F I S H E R

O jovem Edwin Jack (Eddie) Fisher, desde a adolescência percebeu, que seu futuro no canto era promissor, ao se destacar no coro da sinagoga que freqüentava em Philadelphia-Pennsylvania onde nasceu, no dia 10 de agosto de 1928. Aos 18 anos começou a atuar nas bandas de Buddy Morrow e Charlie Ventura, antes de se apresentar no famoso programa de rádio The Eddie Cantor Show. Na época, seu apelido era “Sonny Boy”, por sua afeição ao cantor Al Jolson- “o trovador inolvidável”. Essa exposição no rádio deu-lhe a chance de firmar contrato com a gravadora RCA Victor, tendo o maestro-arranjador Hugo Winterhalter como seu diretor musical. Os anos 1950,foram de grande popularidade, tendo se casado com a atriz de cinema Debbie Reynolds. Nos anos 1960, casou-se pela segunda vez, com a belíssima atriz inglesa Elizabeth Taylor. Ainda nessa década envolveu-se com drogas pesadas e, como conseqüência, a interrupção da carreira. Nos 10 anos seguintes, tentou retornar às atividades sem muito êxito. Em 1990, após extenso período em tratamento, livrou-se do vício, não conseguindo porém, firmar-se como intérprete de sucesso. Eddie Fisher deixou um belo acervo gravado com seu potente timbre de barítono. Ele faleceu aos 82 anos de idade na cidade de Berkeley-California no dia 22 de setembro de 2010.