BIG  BAND  DE  AL  DONAHUE

Albert  Francis (Al Donahue) chefiou orquestra de muito sucesso nas áreas de New York e Los Angeles, nos anos 1930 e 1940. Qualidade musical e repertório para dançar, além de muito swing, com apresentações em famosos salões como Meadowbrook na cidade de Cedar Grove-  New Jersey e Hollywood Palladium em Los Angeles-California. Uma corporação musical com excelentes instrumentistas e cantores como Phil Brito, Barry McKinley, Dee Keating, Paula Kelly, Lyne Stevens e Jean Gordon. Al Donahue e sua orquestra eram requisitados para shows em teatros  e  programas de rádio de grande audiência. Nascido na cidade de Dorchester em Massachusetts a 12 de junho de 1903, morreu aos 80 anos em 1983, deixando acervo discográfico realizado nas gravadoras Decca, Vocalion e  Okeh.

K  A  Y      S  T  A  R  R

Katherine Laverne Starks(Kay Starr), começou a cantar ainda jovem (aos 15 anos) e ao ser contratada pelo violinista e band leader Joe Venuti, este teve de, legalmente, ser nomeado seu tutor para que pudesse viajar com a banda. Kay atuou, por um curto período, na banda de Glenn Miller e, antes de ingressar na carreira solo, foi lady-crooner de Bob Crosby e Charlie Barnet. Cantora de voz personalíssima, gravou extensamente nos selos RCA Victor, EMI, Hindsight e Capitol. Kay Starr nasceu a 21 de julho de 1922 e morreu, aos 94 anos  no dia 03 de novembro de 2016, deixando na música seu rastro indelével.

V  I  C    D  A  M  O  N  E   

Vic Damone, é o nome artístico de Vito Rocco Farinola e desde a juventude era fervoroso admirador de Frank Sinatra. Ouvia com devoção programas de rádio de Sinatra e queria seguir carreira como ele. Na segunda metade dos anos 1940, Vic trabalhava como ascensorista em um edifício em Manhattan onde funcionavam os estúdios da gravadora RCA-Victor. Certo dia, entrou no elevador o cantor Perry Como e ele não perdeu a oportunidade de pedir ajuda para ingressar  na carreira artística. Perry, uma pessoa amável e atenciosa, o apresentou aos diretores da Mercury Records, onde iniciou sua trajetória na música, transformando-se em um dos mais queridos intérpretes da segunda metade do século XX. Vic gravou nas etiquetas Mercury, RCA Victor, Columbia e Capitol Records. Nasceu no bairro novaiorquino do Brooklyn a 12 de junho de 1928 e morreu em Miami Beach-Florida, no dia 12 de fevereiro de 2018. Belíssimo timbre de barítono, um cantor com “C” maiúsculo.