Irving Berlin, nasceu na cidade de Temun na Rússia Tsarista a 11 de maio de 1888, recebendo o nome de Israel Baline. A família emigrou para a América do Norte em 1892, instalando-se no bairro do Lower East Side em New York. Caçula de enorme e paupérrima família judia, após a morte do pai o garoto trabalhou para ajudar a mãe vendendo jornais. Aos 14 anos saiu de casa abandonando a escola que freqüentou por apenas dois anos. Apesar disso e dotado de grande vontade e inteligência, trabalhou em humildes ocupações sempre fascinado pela música, até se empregar como garçom-cantor em cervejarias e restaurantes dos bairros de Bowery e Chinatown, cantado e servindo as mesas. Pertinaz autodidata, ficava observando o pianista dedilhar o teclado. Logo, começou sozinho, a aprender a tocar nas horas vagas, desvendando , aos poucos, os mistérios do instrumento.

Depois de algum tempo, já apto a se acompanhar quando cantava usando apenas as telhas pretas, de ouvido e sem saber ler as partituras. O interesse pela música cresceu, induzindo-o a compor o primeiro trabalho, a letra da canção “Marie From Sunny Italy” (1908) com música de Nick Nicholson. Um erro gráfico na impressão da partitura, mudou seu nome para I. Berlin, aproveitando para mudar o Israel para Irving. Nascia assim, Irving Berlin que se transformaria em uma legenda da música popular norte-americana do século XX. Irving Berlin compôs, letra e música, em mais de 1500 trabalhos entre rags, valsas, baladas para revistas musicais encenadas na Broadway e em películas rodadas em Hollywood. Um compositor prolífico e de alta qualidade.

Apesar de não ter nascido na América do Norte, é considerado pela crítica como o mais americano dos compositores e a própria essência da música popular norte-americana. Uma longa vida com presença no cenário artístico e reconhecido por sua obra, Irving Berlin, faleceu aos 101 anos de idade no dia 22 de setembro de 1989 na cidade em que sempre viveu, New York cercado pelo respeito e admiração que merecem os benfeitores da humanidade. Sua maravilhosa obra será sempre lembrada e tocada, posto que é eterna. Caros ouvintes, ouçam-na e constatem o que aqui exposto.