Pianista, compositora e cantora negra com belíssimo timbre de contralto, esteve presente na cena artística norte-americana por mais de 50 anos, sempre com grande aceitação de crítica e público. Começou onde as mais famosas intérpretes começaram, ou seja, cantando nas big bands, a grande escola. Atuou nas bandas de Benny Carter, Earl ”Fatha” Hines e Mercer Ellington (filho de Duke Ellington). Quando foi para a carreira solo, a partir de 1944, gravou nas etiquetas Columbia, Decca-MCA, Atlantic Jazz, RCA Victor e GRP Records, construindo enorme e diferenciado acervo. Entre 1944 e 1956, foi casada com o baterista e expoente do “be bop” Kenny Clarke. Em 1985, Carmen esteve se apresentando em São Paulo, no “150 Nightclub” do Hotel Maksoud Plaza, com sala lotada todas as noites. Carmen Mercedes McRae, nasceu a 08 de abril de 1922 no bairro do Harlem em New York. Devido a problemas respiratórios, após so frer um derrame cerebral, morreu em Beverly Hills-Califórnia no dia 10 novembro de 1994, aos 72 anos. Carmen McRae tem lugar permanente no ”hall da fama” das cantoras de jazz, ao lado
de Ella Fitzgerald, Billie Holiday, Sarah Vaughan e Lena Horne.