Em 1935, após sérias divergências, Tommy e Jimmy separam-se. Jimmy herdou a Dorsey Brothers Orchestra intacta, enquanto Tommy formou a própria corporação musical contra
tando músicos da banda de Joe Haymes da cidade de Detroit. Agora com vínculo discográfico na gravadora RCA Victor(etiqueta Bluebird), inicia atividades influenciado pelo estilo dixieland que, paulatinamente vai abandonando, partindo para a melhoria na qualidade musical através de arranjos bem elaborados. O trombone de Tommy emitia som suave e harmonioso principal mente em baladas. Líder exigente e disciplinado, colocou sua banda entre as melhores da era do swing. Thomas Francis Dorsey Júnior, nasceu a 19 de novembro de 1905 em Shenandoah-Pennsylvania e morreu, aos 51 anos a 26 de novembro de 1956. Tommy Dorsey, o “Cavalheiro Sentimental do Swing” , um dos maiores vultos da música popular norte-americana do século 20.

Ray Charles Robinson, pianista, saxofonista, compositor, bandleader e cantor, conhecido no mundo musical como “The Genius”, ficou cego aos 10 anos de idade. No entanto, conseguiu através da música, superar as dificuldades, tornando-se mundialmente conhecido como cantor e pianista, apresentando-se em todo o mundo, inclusive no Brasil. Um verdadeiro superstar. Nascido a 23 de setembro de 1930 na cidade da Albany-Georgia, morreu no dia 10 de junho de 2004 em Beverly Hills-Los Angeles aos 73 anos. O enorme acervo discográfico foi gravado nos selos Atlantic Jazz, ABC Paramount e Warner Brothers Records, entre outros. Voz roufenha, timbre característico e interpretações pungentes, eis os predicados vocais de Ray Charles.

BIG BAND DE TOMMY DORSEY

01- 3:03- Smoke Gets In Your Eyes. Composição de Jerome Kern e Otto Harch.
Instrumental gravado a 20 de julho de 1937.
02- 2:37- Once In A While. Composição de Michael Edwards e Bud Green.
Vocal do conjunto The Four Esquires em gravação de 21 de julho de 1937.
03- 2:52- Music Maestro, Please. Allie Wrubel e Herb Magidson são os autores.
Vocal da lady-crooner Edythe Wright em gravação de 12 de maio de 1938.
Gravações realizadas nos estúdios da Bluebird Records, subsidiária da RCA Victor.
Big Band do trombonista Tommy Dorsey.

BIG BAND DE TOMMY DORSEY
04- 3:28- Beale Street Blues. W.C. Handy é o autor deste tema.
Instrumental gravado a 26 de maio de 1937.
05- 2:45- Wake Up And Live. Composição de Harry Warren e Mack Gordon.
Vocal da lady-crooner Edythe Wright em gravação do dia 15 de abril de 1937.
06- 2:57- They Can’t Take That Way From Me. George e Ira Gershwin são os autores.
Vocal do crooner Jack Leonard em gravação do dia 17 de março de 1937.
07- 2:50- If You Ever Should Leave. Saul Chaplin e Sammy Cahn são os compositores.
Vocal de Edythe Wright em gravação de 12 de junho de 1937.
Gravações realizadas nos estúdios da Bluebird Records, subsidiária da RCA Vic
tor.
Big Band do trombonista Tommy Dorsey.

R A Y C H A R L E S
08- 3:20- You And I. Composição de Meredith Wilson, letra e música.
09- 2:46- People Will Say We’re In Love. Richard Rodgers e Oscar Hammerstein Ii são os
compositores.
10- 3:08- Cocktails For Two. Sam Coslow e Arthur Johnston são os autores.
Acompanhamento vocal pelo The Jack Halloran Singers.
Arranjos e condução da orquestra pelo maestro Marty Paich.
Duetos com Ray Charles e Betty Carter. Ao piano Ray Charles.
Gravações realizadas nos estúdios da ABC Paramount Records nos dias 13 e 14
de junho de 1961.

R A Y C H A R L E S
11- 2:35- Strike Up The Band. Composição dos irmãos Gershwin, George e Ira.
Instrumental com arranjo do maestro Quincy Jones.
12- 4:28- I’ve Got A News For you. Composição de Ray Charles.
Arranjo de Ralph Burns.
13- 2:45- Basin Street Blues. Composição de Spencer Williams.
Arranjo de Ralph Burns.
Condução da orquestra pelo maestro Ralph Burns.
Vocais e piano Ray Charles.
Gravações realizadas nos estúdios da ABC Paramount Records em janeiro de
1961.