Quinta Avenida do dia 02 de agosto de 2014 Woody Herman liderou uma orquestra de grande qualidade musical.  Saxofonista, clarinetista, arranjador, compositor, cantor e bandleader, sempre esteve entre os mais criativos músicos da era do swing e das big bands. Uma orquestra que se apresentava em programas de rádio e em apresentações em salões de baile e teatros, em todos os quadrantes dos Estados Unidos e Canada. Críticos especializados sempre colocaram a orquestra entre as dez mais destacadas. E, note-se, na era das grandes orquestras atuavam  no país cerca de 900 big bands. Herman deixou um expressivo acervo gravado na Columbia , Verve, Concord Jazz e Jazz Hour Records, entre outras.

 Conjunto Vocal The Modernaires

O conjunto formou-se em meados dos anos 1930 e era composto por Hal Dickinson, Chuck Goldstein e Bill Conway, passando a quarteto em 1937 com a entrada de Ralph Brewster. Ele participou das big bands de Charlie Barnet(1936), Paul Whiteman(1938) e Glenn Miller(1940) , onde se destacou e considerado como paradigma dos conjuntos vocais brancos. Com Glenn Miller atuou até o ano de 1942, quando Miller dissolveu a banda para alistar-se voluntariamente nas forças armada, por ocasião da segunda guerra mundial. A partir daí, seguiu carreira solo com gravações feitas na Columbia, Capitol e Coral, entre outras. Em 1941 o quarteto havia se transformado em quinteto, com a chegada de Paula Kelly (esposa de Hal Dickinson). Conjunto harmonioso e  interpretações marcantes. Ouçam The Modernaires.