JAZZ ,   BIG   BANDS   &   CIA

Ronaldo Benvenga

Já aos sete anos Fred dançava,juntamente com a irmã mais velha Adele em teatros de “vaudeville”(locais onde eram apresentadas comédias entremeadas de canções e dança).

A dupla estreou em 1917 para, no ano seguinte, fazer sucesso no musical “The Passing Show”.

Eles continuariam juntos durante os anos 1920 e 30, protagonizando shows como “Lady Be Good (1924), “Funny Face”(1927), “The Band Wagon” (1931) e “Gay Divorce”(1932),este o último da dupla, quando Adele se retirou da vida artística para se casar. Sem a “partner” de muitos anos, Fred agora tem de ir ao encontro de um novo rumo na carreira. Tenta o cinema em Hollywood fazendo uma”ponta” em “Dancing Lady”(1933)e uma breve aparição ao lado de uma jovem dançarina chamada Ginger Rogers(1911-1995),na película “Flying Down To Rio”

(Voando Para o Rio-1933). A nova dupla teve desempenho surpreendente no filme,chamando a atenção de diretores e produtores da “meca do cinema”. Logo voltariam a aparecer em nova produção, nascendo assim a lendária dupla de dançarinos Fred Astaire e Ginger Rogers, a mais perfeita do cinema em todos aos tempos. Eles apareceram juntos em nove produções ao longo de seis anos, com Fred representando a técnica, classe e o estilo, enquanto Ginger a sensuali-

dade em todos os movimentos. O último da série, rodado nos estúdios da RKO Radio Pictures,

em 1939,foi “The Story Of Vernon And Irene Castle”. Voltariam a se encontrar dez anos mais tarde,emThe Barkleys Of Boadway(Ciume, Sinal de Amor1949),película rodada nos estúdios

da Metro Goldwyn-Mayer. Depois de Ginger, Fred Astaire contracenou com inúmeras partners em uma sucessão de filmes; com Rita Haywoth (considerada por ele uma das melhores),Paulet-

te Goddard, Lucille Bremer, Judy Garland, Vera-Ellen, Betty Hutton, Jane Powell, Cyd Charisse, Leslie Caron e Audrey Hepburn. Como dançarino e sapateador, Fred possuia técnica invejável,

versatilidade sem limites e coreografava as próprias danças. De uma exigência compulsiva, era dado a um perfeccionismo exasperante. Nos anos 1950, estava mais interessado em repre-

sentar do que dançar, iniciando uma série de incursões no cinema, agora como ator dramático,

no filme “On the Baech” de 1959, porém , sem deixar, vez ou outra, de aparecer em musicais como “Daddy Long Legs(Papai Perna-Longa1955), ao lado da atriz francesa Leslie Caron. Nos anos 1960 e 70, faz aparições na televisão com o “Fred Astaire Show”. Antes de se retirar da vida artística (anos 1980), apareceu em “Inferno na Torre”(Towering Inferno), ao lado do ator

Paul Newman. No seu dia-a-dia, Fred Astaire era um homem educado,atencioso e discreto.Fred Astaire

Outra faceta de seu talento, além de dançarino e ator, era o canto. Sem grande extensão de voz, porém com interpretação convincente e afinada, gravou em 1926 uma seleção de temas

compostos por George Gershwin, com o autor acompanhando-o ao piano. Em 1952 o produ-

tor Norman Granz, da gravadora Verve Records o convidou para participar do movimento musical “Jazz At The Philharmonic”, onde gravou o L.P. (na época) – “The Astaire Story” , com

acompanhamento por um sexteto, tendo ao piano Oscar Peterson, com temas dos compositores George Gershwin, Irving Berlin, Cole Porter, Harry Warren e outros mais.

Muito próximo de Fred e também com igual técnica e habilidade, está Gene Kelly, seu amigo,

que faleceu em 1996. Fred casou-se em 1933 e dessa união nasceram Fred Jr. e Phyllis. Sua esposa faleceu em 1954. Permaneceu viúvo até 1980, casando-se novamente com sua jovem secretária. O cineasta italiano Federico Fellini homenageou os mais famosos dançarinos do cinema na película de 1986 “Ginger e Fred”, estrelada por Giulietta Masina, interpretando Ginger e Marcello Mastroianni, como Fred. Frederick Austerlitz nasceu na cidade de Omaha – Nebraska, a 10 de maio de 1899 e faleceu em Los Angeles-Califórnia no dia 22 de junho de 1987, aos 88 anos de idade. Ao contarmos a trajetória de Fred Astaire e suas qualidades artísticas, é indiscutível que a atividade como dançarino se sobressai; na realidade um grande coreógrafo, gênio da dança, criando uma nova maneira de dançar. Após aparecer em seus primeiros filmes, todas as concepções da dança foram alteradas para melhor.

Ouça os programas Quinta Avenida e Quinta Avenida Especial no site : www.quintaavenida.mus.br

Produção e apresentação : Ronaldo Benvenga