Vamos estabelecer alguns pontos comuns entre os cantores Frank Sinatra e Orlando Silva, nascidos em lares humildes no ano de 1915. Orlando Garcia da Silva, no subúrbio carioca de Engenho de Dentro-Rio de Janeiro, a 03 de outubro e Francis Albert Sinatra, na pequena cidade portuária de Hoboken- Nova Jersey, vizinha de Manhattan, a 12 de dezembro.Orlando, quarto filho do casal José Celestino e Da. Balbina, enquanto Frank, filho único do casal Antonio Martino e Nathalia(Dolly). As mães exerceram forte influência sobre eles. Da.Balbina e Dolly eram severíssimas e marcaram as personalidades de ambos. Desde a infância Orlando e Frank demonstravam qualidades vocais inatas. Adoravam cantar e o faziam em todos os lugares onde houvesse oportunidade, sendo incentivados por seus familiares. Ambos franzinos, de média estatura e temperamento introvertido. Orlando, além de muito tímido, era manco de uma perna(na adolescência perdeu três dedos do pé esquerdo em um desastre de bonde).Frank, filho de imigrantes italianos, nasceu em um parto difícil, sofrendo ferimentos no lóbulo da orelha esquerda e profundas cicatrizes no pescoço(causadas pelo fórceps) que o marcaram para sempre. Até alcançarem o sucesso e a fama, a luta foi árdua. Sinatra começou cantando com um grupo de amigos, os Hoboken Four, depois foi cantor-garçom em um restaurante de beira de estrada(Rustic Cabin). No início, Orlando cantava em festas de aniversário, em casa de parentes e de amigos. Peregrinava pelas emissoras de rádio da época à procura de quem o quisesse ouvir, até ser apadrinhado pelo compositor Bororó(autor do tema Curare),que o levou

à Rádio Cajuti, onde foi contratado. Com o passar do tempo Frank e Orlando foram se aprimorando e se impondo perante crítica e público. Mas, o que faria deles ídolos incontestes?

Sem dúvida, vozes privilegiadas, dicção perfeita, fraseado notável e interpretações marcantes.

Frank desenvolveu técnica de respiração que lhe permitia estender as frases das canções(legato), criando um estilo personalíssimo. Por seu turno, Orlando interpretava as canções com sentimento e foi o introdutor do soluço ao cantar temas românticos, tornando-se sua característica e estilo. Uma das poucas diferenças entre os dois ídolos, é que Sinatra beneficiou-se do aprendizado e experiência , ao cantar nas big bands de Harry James e Tommy Dorsey. Orlando por seu turno, aprendeu quase tudo sozinho, era auto-didata, um talento espontâneo. Teve a sorte de encontrar em seu caminho o maestro Radamés Gnattali, orientando-o na carreira e,principalmente, em gravações. Frank, depois que foi para a carreira solo, recebeu orientação do maestro e arranjador Axel Stordahl , que o acompanhou quando deixou

a orquestra de Tommy Dorsey. Outro ponto em comum desses dois exponenciais intérpretes;

magnetizavam multidões e paravam o trânsito onde se apresentavam. Os fãs ficavam enlouquecidos ao ouví-los e não podiam sair às ruas sem proteção policial. Orlando,no auge do sucesso,foi cognominado “O Cantor das Multidões”, enquanto Frank ficou conhecido como “A Voz”. Dois bartítonos românticos, intérpretesde tirar o fôlego. Coincidentemente, tiveram fases de declínio na carreira. Entre 1949 e 1952, Frank teve tumultuado relacionamento amoroso com a atriz Ava Gardner(sua segunda esposa),levando-o a um enorme desequilíbrio emocional. Chegou a perdera voz, entregando-se ao consumo exagerado de bebidas alcoó-

licas. Superada a crise, voltou a cantar, recuperando-se plenamente. Na época,todos diziam que Frank se acabara para sempre.Ledo engano. Com Orlando as coisas foram mais sérias. Além do consumo de álcool, viciou-se com morfina, entorpecente altamente tóxico e de forte dependência física. O fundo do poço deu-se em 1943, ao ser desligado da gravadora RCA Victor

e não mais contratado para cantar no rádio ou em shows. Aos poucos conseguiu recuperar-se

reiniciando a carreira. Nos anos 1950, 60 e 70 voltou a gravar, apresentando-se em programas de rádio, shows e também na televisão. A voz agora apresentava timbre mais grave, conservando porém, técnica interpretativa inigualável. Orlando Silva faleceu no dia 07 de agosto de 1978, aos 63 anos, na cidade onde nasceu, Rio de Janeiro, esquecido pelo público que tanto o aplaudiu. Frank Sinatra faleceu no dia 14 de maio de 1998, na cidade de Los Angeles, aos 82 anos, após uma gloriosa carreira e reconhecido por todos com “O Cantor do Século 20”.

 

Ouçam os programas Quinta Avenida e Quinta Avenida Especial.

A música popular norte-americana tradicional – aquela que você gosta de ouvir.

Produção e apresentação: Ronaldo Benvenga.

www.quintaavenida.mus.br